Começa nesta terça-feira a vacinação de caminhoneiros com 30 anos ou mais

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Curitiba começa nesta terça-feira (29/6) a vacinação de caminhoneiros com 30 anos completos ou mais. O atendimento será exclusivamente no Pavilhão da Cura, no Parque Barigui, das 8h às 17h.

Começa nesta terça-feira a vacinação de caminhoneiros com 30 anos ou mais

Para receber a vacina os motoristas de caminhão precisarão apresentar comprovante de endereço de Curitiba (em seu nome ou do cônjuge, neste caso também com certidão de união estável ou casamento) e carteira de habilitação C ou E.

Além da habilitação e do comprovante de endereço, o caminhoneiro deve apresentar um dos seguintes documentos: comprovante de inscrição no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga, carteira de trabalho ou crachá funcional, contracheque com documento de identidade, carteira de sócio de cooperativa de transporte de carga (categoria motorista) ou carteira de sócio dos sindicatos de transporte (categoria motorista).

Conforme determinado pelo Governo do Estado, a imunização dessa categoria será com a vacina Janssen, que tem dose única.

Nesta segunda-feira, a Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba iniciou também com doses da Janssen a vacinação contra a covid-19 de motoristas e cobradores do transporte coletivo da capital. Para esses trabalhadores, a imunização está sendo feita diretamente nas garagens das empresas de ônibus.

 Começa nesta terça-feira a vacinação de caminhoneiros com 30 anos ou mais. Foto: Pedro Ribas/SMCS
Começa nesta terça-feira a vacinação de caminhoneiros com 30 anos ou mais. Foto: Pedro Ribas/SMCS

Como será a vacinação de caminhoneiros com 30 anos completos e mais em Curitiba

Quando: começa nesta terça-feira, 29 de junho
Onde: Pavilhão da Cura do Parque Barigui (entrada somente pela BR-277)
Documentos: comprovante de endereço de Curitiba (em seu nome ou do cônjuge, com certidão de união estável ou casamento), carteira de habilitação C ou E e um dos seguintes documentos de com a atividade de motorista:

  • Comprovante de inscrição no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga
  • Carteira de trabalho ou crachá funcional, contracheque com documento de identidade
  • Carteira de sócio de cooperativa de transporte de carga (categoria motorista) ou carteira de sócio dos sindicatos de transporte (categoria motorista).

Por: Comunicação Pref. de Curitiba

Recentes:

ônibus do amor - A troca de olhares no transporte coletivo resultou em casamento

Mês dos namorados: ônibus do amor

Os veículos grandes também são prova de que os “brutos também amam”. Os ônibus recebem a circulação de milhares de pessoas todos os dias, com

Maio Amarelo: números de acidentes de trânsito parecidos com o de uma pandemia.

Maio Amarelo: 31.945 vidas perdidas

Números do Maio amarelo – Os dados de mortes por acidentes de trânsito são do Observatório Nacional de Segurança Viária, e o especialista Daniel Schnaider